Mas em que o coaching pode ajudar?

Por Letícia Machado*

 

5428693024_f2c76f1d00_b

Para muitos coaching  pode parecer uma palavras estranha, mas não é nada muito novo nem incomum. Você provavelmente já viu que todos os times de futebol tem um coach [treinador] e que os atletas olímpicos também tem um. O objetivo de ter um treinador, em geral, é acelerar o desenvolvimento estratégico para, como consequência, aumentar o desempenho. O coaching aqui tem essa mesma proposta.

 

Há muitos tipos de coaching, porque há uma porção de áreas em que podemos receber treinamento, mas aqui focarei no treinamento emocional, que é uma das ferramentas mais importantes quando se fala em aumentar desempenho.

 

O coaching permite, através de técnicas específicas, encontrar a área em que a pessoa está a ter mais dificuldades, e, ao mesmo tempo, encontrar as habilidades que já tem para dar conta disso.

A partir dessa identificação é possível intervir para potencializar essas habilidades já existentes e para adquirir novas capacidades importantes para atingir os objetivos almejados. Não é a toa que as maiores organizações do mundo contratam coaches para desenvolver suas equipas.

 

coaching é comprovadamente associado à:

1. Aumento do controlo emocional 
Sabe quando o mundo parece que está a lhe sufocar? Quando você parece estar irritado com tudo e todos? Ou quando está tão ansioso ao ponto de não conseguir dormir? Pois, o coaching emocional pode ser aplicado à vida pessoal em qualquer idade. E, nessas situações, traz muitos bons resultados e aumenta a tolerância a frustração. Como resultado, você consegue administrar melhor suas emoções e até controla-las de forma a utilizá-las a seu favor quando tiver frente a uma situação mais estressante.

2. Melhor organização do tempo

O dia parece muito curto para tantas tarefas? Deixa sempre alguma coisa por fazer? Abre mão de algum tempo para si para poder dar conta de todas as outras tarefas? O coaching ajuda no sentido de encontrar a sua melhor maneira de se organizar e isso resulta em maior rendimento, melhor concentração e maior satisfação (tanto com a vida pessoal como com a profissional).

3. Maior rentabilidade em empresas
Está comprovado que os programas de intervenção de coaching em empresas trazem um retorno de investimento médio sete vezes maior do que o investimento inicial [1] e que ainda contribuem para um melhor relacionamento entre os pares e com a chefia, além de maior satisfação no trabalho e maior comprometimento com a empresa.

4. Aumento da independência
Há com frequência a ideia errada de que ao ter um coach a pessoa ficará dependente de sua ajuda. Na verdade, o coach trabalha no sentido de que a pessoa possa, a partir de certo momento, ser sua própria coach e potencializar suas próprias capacidades. Se o processo de coaching for bem feito, a pessoa sentir-se-á mais segura e confiante para seguir seu caminho de forma autónoma, daí a importância de achar um bom profissional com o qual você se identifique.

5. Execução de tarefas específicas

O coach também serve para situações muito específicas. Vai ter uma apresentação em breve e tem dificuldades de falar em público? Está a viver uma situação no relacionamento e não sabe o que fazer? Seu filho tem apresentado comportamentos com os quais não sabe lidar? Saiba que um coach pode ajudar em tudo isso também. As vezes por achar que uma situação não tem solução não procuramos ajuda e desistimos antes de tentar. Mas o coaching serve extamente para isso, para lhe fazer ver o que você ainda não viu sozinho ou que já viu e que parece muito difícil de alcançar.

 

Por essas e outras razões procurar um coach pode aumentar sua qualidade de vida e o seu bem-estar. Você é a pessoa mais importante da sua vida e garanto que você estar bem vai fazer com que os que vivem a sua volta fiquem bem também!

 

Se tiver mais dúvidas, entre em contacto com a YellowRoad, nós temos óptimas soluções em coaching para si!

* Letícia Machado é coach pessoal e profissional e psicóloga especialista em psicologia hospitalar, com ampla experiência no atendimento à crianças e adolescentes. Atualmente realiza atendimentos na YellowRoad como psicóloga clínica e coach de carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *